Gerenciamento da Imagem institucional na Internet

twitter-apple-fw

 

Com essa nova tendência, mais ágil e dinâmica, muitos órgãos públicos já enxergam com seriedade as mídias sociais.

Tudo isso em razão de se encontrar um ambiente virtual propício para o relacionamento com cidadãos, divulgação de ações e ter parâmetros de repercussão, relacionamento com a imprensa e comunicação interna etc.

O trabalho de gerenciamento da Imagem Institucional é diferente e requer um cuidado muito maior, por se tratar de interesse geral da população.
Do mesmo modo que as Mídias promovem a Imagens, Marcas e Produtos, se não feito de forma planejada e consciente torna-se um contra-serviço, torna-se o algoz da própria destruição de imagem.

Alguns conselhos importantes:
– Youtube é uma ótima ferramenta de divulgação. Por ela é possível, de forma direta, emitir um pronunciamento oficial e matérias sobre o órgão. Isso diminui os custos, pois sempre que se fizer necessário sem a necessidade de utilizar meios convencionais. Coletivas de imprensa é custoso e utilizado de forma excepcional e de grande relevância. Pelo Youtube é mais prático e jornalistas utilizarão o pronunciamento como “aspas”.
É importante moderar sempre os comentários recebidos . É grande o número de comentários no Youtube feitos por trolls somente com o intuito de difamar.

– Twitter é uma ótima ferramenta para as Assessorias de Imprensa de órgãos públicos. Porque o acesso dos órgãos aos jornalistas é direto, do mesmo modo do jornalistas aos órgãos. Pautar a imprensa, perceber a repercussão das matérias são as principais formas de trabalhos. O Presidente ou o diretor podem e devem ter o Twitter e o Facebook, mas deve ter uma estrutura de assessoria para torná-lo sempre utilizado e atualizado. Deve sempre permitir que todos o sigam, mas tenha sempre um critério para seguir as pessoas no Twitter e no Facebook.
O esforço valerá a pena, pois quando se trata de utilizar uma rede social como plataforma de divulgação institucional para os cidadão. É Ágil.

– Modere todos os comentários em perfis do órgãos na Internet. Mas veja: isso não significa excluir comentários negativos, mas sim moderar e até excluir comentários de spammers e trolls.

– Promova ações positivas relacionadas à Imagem do órgão na Internet.

– Publique e divulgue conteúdos originais, atraentes e informativos em seu site e canais de mídias sociais em que o órgão está presente.

– Monitore e responda as críticas: Ao responder comentários de cidadãos no blog corporativo ou outros canais de mídias sociais, responda com uma voz humana, evite fornecer com respostas impessoais típicas de “call center”.

Os órgãos não visam lucros, mas prestação de contas. A utilização de um plano de marketing no âmbito da Administração não pode e nem deve ser descartada, deve usá-la no meio virtual para conquistar líderes de opinião e multiplicadores para a imagem da instituição. É necessário estar atento ao que falam sobre o órgão. A assessoria de comunicação deve participar desse diálogo, criar relatório e fazer dessas informações, argumentos importantes a serem levados em consideração em tomadas de decisões.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: