Blog Institucional: Interar ou propagar?

Afinal, Mídias Sociais para relacionamento com usuários ou ferramenta de divulgação?

No meio privado, as empresas já adotando blog corporativo para as mais diversas atividades.
A empresa Claro, por exemplo, usa como um meio alternativo de divulgação de mídias que o site oficial não dá essa liberdade, além disso, usa como um canal de medição de audiência e de retorno de seus clientes.

claro

Pelo blog ela sabe o que agrada e o que não agrada e com essas informações busca melhorias.
Ela impõe regras de conduta na utilização de comentários, seleciona o que convém. E interage com esses comentários.

É certo? Também não posso dizer que está errada.

Já pegando como exemplo o Blog da Petrobrás, que é o meio termo entre o Privado e Público, por se tratar de uma Empresa Pública.

petro

É um blog bastante funcional e com visual limpo e agradável de ler. O objetivo do blog é o acesso às Mídias Sociais. Como a Petrobrás já tem sua imagem positiva diante da população os comentários são em sua maioria de interação com a empresa estatal. O diferencial é que disponibiliza alguns documentos oficiais e agenda da Petrobrás. Assim o internauta, não fica forçado a sair do blog para procurar no site oficial.

plana
O Blog do Planalto criou polêmica, mas analisando ele atende o objetivo a que foi destinado, acesso exclusivo às Mídias Sociais. A maior parte do conteúdo só interessa mesmo aos profissionais da imprensa. Comentários? É um blog institucional, não um “Call Center” Digital. Tendo um Presidente controverso, com grande aceitação por parte da população e com uma oposição barulhenta em véspera de ano eleitoral em outra parte. Realmente não daria muito certo.

E sua instituição qual o objetivo dela?

Com a exceção do caso do Blog do Planalto, outros órgãos, federais, estaduais ou municipais não receberão críticas tão severas de uma oposição do governo Lula. Em relação a isso pode ficar tranqüilo.

A grande questão de tudo é: Informar ou interagir?

Usei o título propagar, mas não de propaganda, mas de espalhar a informação num alcance bem maior do que as mídias convencionais.

Deve ter clareza de que há órgãos que são burocráticos não atraindo interesses e há aqueles que trabalham diretamente com a população.

Devemos ter em mente que nós comunicadores, obviamente iremos optar pelo o objetivo de adentrar nas Mídias e fazer o bom uso deles.

Mas e o diretor, presidente ou secretário o que pensa?

A interação funciona muito bem para as prefeituras, secretarias de saúde, educação e órgãos com um público mais abrangente.

É responsabilidade da ASCOM fazer isso?

Não!

É responsabilidade da ouvidoria ou de algo similar a isso.

Onde entramos nessa?

Estrutura virtual, layout, capacitação de servidores para atendimentos virtuais e medição de dados para converter essas informações para o administrador.

O interessante é que tenha um servidor da Assessoria de Comunicação como coordenador e analista. Ao perceber que algo negativo esteja ocorrendo, busca-se respaldo e a sua resolução.
Se disserem: mas é necessário contratar servidores para isso. Conversa a toa.
Vamos para um exemplo prático:

Secretaria de Educação do Estado da Disney World.
O secretário com a anuência do governador, achou interessante criar um blog para otimizar a comunicação da secretaria. Sua assessoria estava com dificuldade de utilizar o site, por ser limitado e de difícil atualização. De quebra há uma demanda de pessoas que se interessam pelo assunto da secretaria: professores, estudantes de pedagogia e letras, diretores de escola e eventualmente alunos. Ele percebeu que muitos entram em contato diretamente com a Secretaria, para tirar dúvidas simples e a perda de tempo com seu atendimento inviabilizava a produtividade de sua equipe.
Dentro da secretaria a Ascom descobriu por meio do pessoal da informática havia um rapaz que dominava webdesign. Conversaram com ele e elaboraram um blog com ferramentas que atendiam a necessidade da secretaria. Informar e interagir.
Na secretaria há quatro setores com dez servidores.
A Ascom ficou responsável pela capacitação, viu que dessas quarenta pessoas, quatorze estavam disponíveis uma vez por semana meio período.
Essas pessoas receberam orientação de como devem responder e proceder. Não precisavam se deslocar de sua mesa, no computador mesmo de tempo em tempo, enquanto faz o seu trabalho normalmente, acompanha o blog e os comentários

Simples, não verdade?
O coordenador incumbido faz o monitoramento periódico também.
Com isso a secretaria de educação de Disney World diminuiu consideravelmente o número de atendimentos desnecessário por telefone (os necessários continuam…). A comunidade da educação achou interessante e prático.

Agora no próximo posta será a vez de comentar sobre propagar…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: