Vídeos institucionais para divulgar nas redes sociais

Um pequeno manual de como fazer vídeos do órgão para a #socialmedia

Agora o assunto é sobre divulgação de vídeos institucionais pelas Mídias Sociais.

Antes de iniciar eu já digo o que não é para se fazer…

  1. Vídeos gravados de uma única câmera!!
  2. Com imagens péssimas, tremidas e com um áudio repulsante.
  3. e vídeos que durem mais de 5 Minutos…

Se você que é assessor de comunicação e estiver vendo esse post pense comigo:

Você aguentaria esperar um vídeo que demora a carregar mais de 1 minuto?

Você tem paciência para assistir um vídeo de 11 minutos onde o mais interessante está no minuto 10? (isso você não sabendo que o interessante está no décimo minuto)

blogvideo

Agora vamos ao que interessa:

Vídeos que fazem sucessos na internet não duram mais que 1 minuto.

Você mesmo já cansou de ir no youtube ver vídeos engraçados e quando é muito demorado você logo desiste.

Então assim como nós não gostamos ou não nos atrai vídeos nessa forma, com certeza não atrai as outras pessoas.

É questão de planejamento e bom senso.

Aí você pensa: “Mas a nossa ASCOM não tem recursos para contratar uma empresa especializada em cobertura de eventos”

Se tiver recursos, solicite edição de pequenos vídeos com uma resolução mediana e boa, com uma liguagem para internet.

Agora se não tem, o que é o caso de muitas empresas e órgãos públicos, vai a criatividade.

Lembre-se é tênue a linha que separa do criativo do ridículo, por isso cuidado.

Para não cair nessa, eu passarei algumas dicas de como fazê-lo.

Dicas de como fazer vídeos para o Youtube

Noções de enquadramento, iluminação, áudio e roteiro.

Não importa se há uma câmera de 1001 utilidades, cara e última geração. Ela sozinha não fará milagres. Hoje não importa se é uma Sony última geração ou se é uma máquina digital. Ambos têm a resolução suficiente para rodar no Youtube.

Basta que você tenha uma máquina digital no trabalho(ou mesmo em casa) que capta vídeos com áudio.

É interessante que se tenha um pedestal, para evitar trepidação ou desfoque.

Ao filmar evite o uso exagerado de zoom. É legal de brincar quando estiver gravando, mas ao ver cansa a vista e se torna repulsante. É regra também evitar movimentando a imagem de um lado para outro no intuito de acompanhar uma conversa. O ideal é abrir o enquadramento com as duas pessoas.

Fique ciente se o local é ou não iluminado. Na hora da gravação está tudo ok, dá pra ver todo mundo, mas ao final é um borrão preto que não dá para saber quem é quem. Arrume uma maneira de ter iluminação, se não tiver como sugiro que na máquina utilize recursos para filmagens em baixa luminosidade. Se não tiver, criatividade!

Se for uma nota ou matéria, grave o máximo de imagens possíveis para facilitar a edição depois.

Alguns assessores de imprensa que já trabalharam em TV sabem como é, mas você que trabalhou somente em redação ou assessoria deve fazer aquele esforço para lembrar as aulas de telejornalismo: Usando sempre o esqueleto que é o áudio-sonora-áudio…Nos áudios, preenche com imagens relativas.

Se for uma palestra só grave uma hora apenas para ter material suficiente para decupar o vídeo. (processo de rever todo o material e escolher as melhores partes)

Para tornar ainda mais fácil esse processo, converse com o palestrante pegue com ele o roteito dele. Assim fica mais fácil e dinâmico de gravar, evitando perda de tempo.

Grave tudo antes, pessoas sentadas, pessoas chegando, o palestrante conversando…

Vai colocar toda a palestra no Youtube? Volte para o início deste post, releia tudo novamente.

Faça um breve roteiro ou uma matéria (de no máximo 2 minutos)

Pegue as melhores frases.

A edição

Tudo o que eu não falei antes falo agora.

Tenha um editor de vídeos.

Baixe na internet, tem um monte. Recomendo o Videmaker do Window que veio no meio laptop.

Faça uma vinheta. É a identidade institucional

O pessoal de publicidade sabe como fazê-lo.

Se não tiver, a imagem da logo e uma trilha. Pronto! Todos os vídeos postados no Youtube devem tê-lo. Vinheta de até 15 segundos.

Exemplo de pronunciamento oficial.

Câmera com pedestal.

Ambiente extremamente silencioso (sem ar-condicionados)

Texto previamente lido e treinado.

Duração? no máximo 3 minutos.

Qual finalidade? Para a comunidade em geral saber de um plano de obras ou de projetos…vai da necessidade.

Vídeos institucionais.

Essa não é a minha praia, é mais do pessoal da publicidade. é interessante que se tenha vídeos para a internet. Com certeza será muito bom o retorno, principalmente porque cumpre o princípio da administração pública da ECONOMICIDADE. Atinge vários públicos com custo zero.

Tempo? É relativo.

Coberturas de eventos do órgão com a comunidade

Vale a regra do telejornalismo.

Várias imagens coletas, várias sonoras e se tiver alguém que tenha aptidão para o telejornalismo também faça uma passagem. Detalhe: antes de tudo isso, planejamento. Vai ter qual estilo? quem o fará? Como será a linha de trabalho? Tudo isso leva-se em consideração.

Vídeos para o público interno

A mesma que a anterior. Fica o critério se assunto interno é interessante para a população geral. Se não for limite-se a divulgar internamente.

Palestras

Já foi dito sobre a coleta das imagens. Agora falarei da edição.

Escolha uma trilha sonora (Só não vale o Créu…)

Grave com uma câmera estática com pedestal e outra grave do celular de vários pontos.

A câmera parada irá pegar o áudio que será o importante. Grave antes e escute se o áudio está bom. Se ficar comprometido.  Arrume um gravador digital (ou celular de alguém que tenha gravador de áudio) e deixe próximo do palestrante ou próximo da caixa de som. Teste sempre se ficará bem audível.

Na edição tendo esses elementos fica muito mais fácil de fazer um vídeo mais atrativo.

Se tiver como faça um modelo de caracteres para as legendas de identificação que siga o padrão da instituição.

Duração? 3 minutos

É pouco? faça 100 vídeos com focos de assunto diferente, mas faça em 3 minutos.

Se forem bem feitos o internauta irá assistir sempre, não importando quantidade.

Então essas foram as dicas, lembrando sempre que com criatividade é possível fazer bons vídeos e ter um alcance mais abrangente de público.

No mais é só.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: